voltar
O projecto bio.pix aborda a questão da produção artística generativa. Procuro estabelecer um ambiente interactivo, orgânico, surpreendente e irrepetível. Para esse propósito fugiu-se à simplicidade da aleatoriedade e criou-se um sistema de vida artificial responsável pelo output visual e sonoro da obra. No que diz respeito à sua forma, o resultado é um sistema puramente digital (estética visual baseada no pixel e sonoridade de síntese digital). Apesar desta formalidade digital, o processo continuo de produção sonora e visual da aplicação criada tem por base regras genéticas artificiais. Incluindo conceitos como hereditariedade, mutação, selecção natural e comunidade. Para além desta base biológica, a acção do utilizador da obra é fundamental para fazer dela um ambiente de constante reinvenção e surpresa.

Para este projecto foram utilizados os softwares Max/MSP e Flash que comunicam por Open Sound Control.

descarregar amostra de som botão direito do rato > save target as...


00:30


00:45


01:00

01:15

01:45

02:15

03:00